24 maio 2006

Com Chave de Ouro



Marta Hugon Quartet ofereceu-nos um espectáculo sensacional, com muito swing, sensualidade e classe, encerrando o 3º Festival de Jazz de Minde com chave de ouro. Os músicos das cinco bandas que passaram pelo palco do JAZZminde foram excelentes, e a adesão e satisfação do público faz-me pensar que Minde e os Mindericos estão a começar a gostar deste festival, e que “JAZZ” não é aquele palavrão que muitos entendem como música chata e só para “intelectuais entendidos”.

Os n/ avós da 3ª idade divertiram-se “à brava” com o bailarico do Ti Arlindo no Centro de Bem Estar Social. Na Praça 14 de Agosto, os miúdos do CAORG mostraram que vem aí uma nova geração, e os “Meninos da Naza” (estes já a ganhar barba) mostram que têm um maestro chamado Adelino Mota. Foi bonita e agradável a tarde de Sábado na Praça.
No Domingo, os Bombeiros acordaram Minde com o desfile da sua fanfarra, e o Padre Albino e o Coro da Igreja esmeraram-se na homenagem à Música. Amen.
O tempo esteve quase para estragar o concerto da Banda da SMM no coreto, mas o certo, é que S. Pedro “compreendeu” e evitou aquilo que costuma ser hábito : sempre que a banda está para dar um concerto no coreto, começa a chover (é histórico). Gostei do bonito e descontraído gesto dos músicos da banda em vestir “à JAZZminde”.
Foram 3 dias e 3 noites de muita música em Minde e o balanço foi muito positivo.

È claro, que este tema não se esgota por aqui. É um assunto que tem ainda muita matéria para analisar, reflectir e pensar. Mais tarde virei a escrever umas “coisas”.
Entretanto publico dois comentários retirados de outros sites:

O JazzMinde, organização "ad hoc", de meia dúzia de carolas, conseguiu pôr Minde inteiro durante 3 dias a ouvir música!!! Sem elitismos pseudo-intelectuais.
in minderico.com

Fico completamente siderada com a Vossa capacidade para organizar um assombro de Festival como este. O mundo rural também dá provas de extraordinário dinamismo cultural. Para não falar de que se trata de JAZZ!!! Apaixonei-me de imediato por Minde e por todos quantos dão "sangue" pela Causa. Parabéns, mil parabéns daqui da nação Couço. F-A-B-U-L-O-S-O
drella.blogs.sapo.pt
Uma vila do nosso Ribatejo em grande. Gente bairrista com vontades que se unem na inovação do panorama musical local! É preciso descentralizar o "Urban Jazz".
Confesso uma tremenda inveja por no nosso concelho não existir nada assim.

Exposição de Fotos do Festival em www.jazzminde.blogspot.com

2 comentários:

vmcs disse...

A alma Minderica em toda a sua pujança!

Os Mindericos mais uma vez demonstraram que quando queremos e damos o melhor de nós, somos imbatíveis!

A alma Minderica está a despertar novamente

Contra tudo e contra todos aqueles que, por elitismo político ou social, julgam poder controlar as vontades populares.

Mas cá a gentinha de Minde vai mostrando como somos!

PARABÉNS AOS ORGANIZADORES DO JAZZMINDE

Olhos abertos! Vêm aí movimentações interessantes. Precisamos do teu apoio, caro Minderico!

Um abraço

Vítor

Luis Achega disse...

O JazzMinde, organização "ad hoc", de meia dúzia de carolas, conseguiu pôr Minde inteiro durante 3 dias a ouvir música!!! Sem elitismos pseudo-intelectuais.

Todos nós percebemos muito bem e espressão de "carolas", espressão ironicamente muito positiva.

Mas estes meia dúzia de carolas, são ainda muito mais do que Grandes Senhores: SÃO MINDERICOS DE GEMA COM MUITO AMOR Á CAMISOLA, e eu dou muito valor a pessoas assim.

Não podia de maneira alguma deixar de vir aqui ao Blog DESTE COVANO DO XARAL DO NINHOU, Enviar os meus sinceros e verdadeiros parabens a toda esta organização.

Um abraço para eles todos.
Luis Achega