10 julho 2006

Ponto Final no Mundial 2006


Foi discutido até ao último segundo o título da campeão, e a taça foi para a Itália após a marcação de grandes penalidades. Qualquer uma das quatro equipas das meias-finais poderia ter chegado ao título. Calhou a Itália : Parabéns, ficou bem entregue.
A França morreu na praia e acabou por saborear a mesma azia que dias antes tinha provocado nos portugueses. Para cúmulo ainda assistiu á despedida do seu ídolo Zidane após ser expulso por um acto estúpido. Afinal não foi o próprio Zidane que escolheu a hora da sua reforma, mas sim o árbitro que justamente o mandou mais cedo para as cabines. Certamente não terá sido assim que "Zizou" sonhou a sua hora de despedida.
Num jogo simpático, Portugal perdeu para a Alemanha o título do 3º lugar, mas estes também mereciam fazer a festa. Afinal foram eles os organizadores. Nuno Gomes provou que não foi à Alemanha fazer número, e se tem sido utilizado mais vezes, talvez o nosso destino tivesse ido mais além. Quem sabe...
Os nossos "Tugas" já chegaram, foram recebidos, e bem, com honrarias de verdadeiros heróis, e partiram para umas merecidas férias.
Adeus Mundial, até daqui a quatro anos, e Obrigado aos nossos "Tugas" por animarem este país. Entretanto vem já aí o Euro 2008 !!!

4 comentários:

Benoit Lapierre disse...

nice pic

Rosa dos Ventos disse...

Apesar da triste cena do Zidane não deixou de ser considerado o melhor jogador do Mundial!
Se fosse com um português era colocado abaixo de cão!
Eu torci pelos italianos...

pm disse...

Essa é uma verdade.
Ao C. Ronaldo a FIFA retirou o título de Melhor Jogador Jovem por questões de disciplina e ética.
Oh ética, por onde andas tu ???

gAz disse...

Só nós (ou connosco) os portugueses é que ligamos à ética, então não se lembram dos holandeses, que depois de deitarmos a bola fora, para assistência a jogadores, não têm o Fair-play de a devolver, e no final nós é que não tinhamos Fair-play e éramos um bando de selvagens.
Bem mas parece que a FIFA está a pensar em retirar o prémio ao Zidane.
Um abraço