03 outubro 2006

Site: E-Viver em Alcanena


Sempre que visito o site da CM Alcanena sinto uma frustração, daquelas que deixam qualquer cidadão bairrista, com um sentimento de vazio e, vergonha por não termos melhor.
É de uma pobreza tão franciscana que me deixa a interrogação : “ Isto é o site de uma câmara municipal ?”

Abrindo página após página, só me vem à ideia que o site é uma imagem fiel da má gestão que nós temos na CMA. Sem conteúdos, concepção e design antiquados, navegabilidade complexa, falta de informação, artigos desactualizados, links quebrados, sem iniciativas, etc. etc.
Na primeira página, para além do benvindo em todas as línguas, do logo da biblioteca e do aviso da gripe das aves, apenas um cartaz ou outro de vez em quando.
A informação sobre o concelho de Alcanena, è diminuta, sem fotos decentes e apelativas, e com dados referentes a dez anos atrás.
Ao visitar-mos a secção da Câmara Municipal, então é de bradar aos céus.O assunto de entrada ainda continua a ser o discurso da tomada de posse de há um atrás.
A última acta de Assembleia Municipal data de Março, e a última acta de reuniões do Executivo Camarário data de Julho. (Será que nunca mais se reuniram desde essa data?)
O último Boletim Municipal publicado (e único) foi em Outubro de 2004 e a publicação das últimas Deliberações Camarárias data de Março de 2004. Sobre o PDM e a sua revisão, a respectiva secção até já ganhou teias de aranha.
Em contrapartida podemos ler o regulamento da piscina municipal e o regulamento do parque de campismo (???).

É um autêntico espelho da gestão Azevedista. Sem forma e sem conteúdo. Conheço pouco sites de câmaras municipais (e já visitei muitos) tão pobres e tão fraquinhos, como o da n/ câmara. É triste, mas é verdade.
É assim que querem fomentar o desenvolvimento do concelho ?
Quase todas as câmaras se servem dos seus sites para divulgar o concelho, publicitar notícias e eventos de modo apelativo, prestar informação…, existindo até muitos serviços e consultas que se processam online.
Um site de uma CM deve ser o local de maior informação de um concelho, e o seu próprio cartão de visita. Em Alcanena temos um péssimo cartão de visita.

Não é assim que se dinamiza e promove um concelho.
O site da CMA presta algum serviço à comunidade? Muito pouco ou nenhum. Para além de cartazes de um evento ou outro de cariz municipal, pouco mais. Para ter um site com esta imagem tão triste, era preferível que nem existisse.
Que estão a fazer na CM Alcanena tantos vereadores, acessores e secretários de acessores? Não existe tempo para termos um site em condições ?
Ou será que, a quem está no “poleiro”, interessa que a informação seja camuflada e escassa?
Das duas uma : ou é incompetência e não sabem fazer melhor, ou é mais uma extensão da “política do secretismo”. Para mim, é a junção das duas hipóteses.

Tal como toda a actual administração deste executivo, o site da CMA necessita de uma remodelação total. Ambos estão caducos e fazem pouco pelo concelho.
O site necessita de um design e concepção mais moderna e apelativa, mais informação e conteúdos, uma melhor intuição na navegabilidade e uma manutenção cuidada.
Os “gestores Icas” necessitam de trabalhar muito mais de modo a fornecer notícias e conteúdos ao site. Quando não há trabalho e obra, não há notícias.
Talvez por isso é que o site é tão fraco.

PS : Querem apostar que nas próximas eleições, os mesmos gestores já vão ter habilidade para fazer uma revista "amarela" cheia de bonitas fotos de inaugurações para apelar ao voto .

Para conferir: www.cm-alcanena.pt

4 comentários:

Anónimo disse...

Podes crer! Quem pouco faz, pouco tem para noticiar.

Kate Moch

Anónimo disse...

É verdade.
O site da câmara é uma autêntica miséria. Basta clicar em Eventos do Concelho para vermos o desleixe. Alguns já passaram à quase um ano.
Esse site é a cara do Azevedo.
Fora com os Icas. São um atraso de vida e o enterro do concelho.

Zé do Telhado

Vera Fróes disse...

Pelo que vi, nas prefeituras do Brasil tbm acontece isso. Umas arrumações de fachada para parecer que melhorou. Isso irrita mesmo!

Bjos.

gAz disse...

Não há hipotese, tudo o que passa por Alcanena ou já não presta ou estraga-se,
até o Rio.
Bem o que seria de esperar de uma terra cujo nome árabe significa figueira seca.
Um abraço