26 dezembro 2006

Era uma Maravilha ...

Era mesmo uma maravilha se fosse sempre Natal. Época da fartura, solariedade e contentamento.
Gasta-se o que temos e não temos, prendas para todos, mesas fartas, férias, feriados, tolerância de ponto, ordenado a dobrar, convívio em família, camisola nova, visita-se os amigos ... é o paraíso.
As firmas oferecem jantaradas e as campanhas de solariedade estão na ordem do dia. Andamos empatorrados com doces e bebidas finas, desejamos boas festas a todo o mundo, vamos à missa, as crianças não param até estragarem os brinquedos novos, as ruas estão bonitas e iluminadas, e, os comerciantes ficam radiantes porque acabaram de salvar o ano. Entretanto, ficamos á coca e logo a fazer planos para a passagem de ano.
Haverá época em que os portugueses vivam mais "à fartazana" que esta ? É uma maravilha. Mas pronto... não nos podemos esgotar por aqui, porque a seguir vêm aí uns dias no Carnaval, com uma passagem pela Páscoa e o mêsinho de Agosto com 31 dias de papo para o ar e a torrar ao Sol.
O resto ? Bem..., depois é esperar pelo próximo Natal, a época da fartura.

2 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Muitos portugueses vivem acima das suas capacidades, em qualquer época do ano!
E não digo a maioria porque seria uma afronta aos sem-abrigo, desempregados de longa duração, crianças há anos à espera de serem adoptadas e toda uma lista de desprotegidos da sorte!
Esta euforia natalícia incomoda-me...

Ela disse...

Tens aí peúgos para a troca??? :)