19 dezembro 2006

Gerir as Reformas da Função Pública

Cada vez precebo menos disto.
Numa altura em que o Ministério da Agricultura se prepara para dispensar um terço dos funcionários, em que dizem que é necessário acabar com os institutos disto e daquilo, e que é obrigatório apertar os cintos e "emagrecer o Estado", eis que o Governo acaba de anunciar a criação de uma nova Empresa Pública para gerir as Reformas da Administração Pública.
Não será isto um aparente contra-senso? Amanhã criarão um instituto novo para fiscalizar esta nova empresa e depois um departamento para analizar a actividade deste novo instituto.
Francamente, estou confuso e acho que isto é de bradar aos céus.

De acordo estou com Marques Mendes que veio a público criticar esta nova empresa e afirmar: «São mais administradores, mais directores, mais 'boys' a comer à custa Orçamento, é mais despesa do Estado paga pelos impostos dos portugueses»

1 comentário:

pnet disse...

http://www.agencialusa.com.br/index.php?iden=5323