15 dezembro 2006

A Política do Turismo

No programa dos actuais detentores do poder autárquico, era dado grande relevo ao desenvolvimento dos recursos turísticos locais, tendo o Sr. Presidente da Câmara, aquando da leitura do discurso de tomada de posse ter dito: «Em termos de Turismo e Lazer, iremos criar incentivos ao desenvolvimento do Turismo nas vertentes natureza, ecoturismo, espaço rural, religioso e cultural.» E acrescentou : «Queremos... Aproveitar as condições naturais para desenvolver o desporto de natureza
Já lá vai mais de um ano e, pouco ou nada, ainda se viu sobre esta matéria. De louvar a reabertura do Posto de Turismo de Minde, com origem na iniciativa privada e, ... sobram apenas os investimentos nos Olhos de Àgua ao longo dos últimos anos.
No site da CMA não podemos sequer ver uma foto de qualquer atracção turística, dedicando-se o mesmo apenas a divulgar passeios da terceira idade e as célebres caminhadas.
Isso também é turismo, mas julgo que o que nós precisamos é desenvolver e investir na captação de franjas de turismo, e sobre esta matéria não se tem feito muito.
É óbvio que é preciso muito mais. Estamos inseridos num parque natural (PNSAC), pelo que podemos e devemos potenciar as condições de que dispomos.

A Serra tem várias potencialidades para o Turismo Rural, e no caso de Minde deve-se potenciar o Turismo Cultural e o Turismo Paisagístico.
Neste contexto, a Lagoa de Minde, embora sanzonal, reúne óptimas condições para uma exploração mais adequada. Necessita de divulgação, de preservação e de pequenos investimentos que podem alicerçar o seu interesse para práticas do turismo desportivo.
Temos conciência que as autarquias não andam a "nadar em dinheiro", mas há muitas coisas em que o capital não faz assim tanta diverença, como a criação de um site em condições que mostre aquilo que nós temos. Depois há que pôr a "cabeça a trabalhar" e inovar em programas.
A FESTAMB, onde se tem gasto rios de dinheiro, é um modelo ultrapassado e que não tem apresentado grandes benefícios.

Por tudo isto, está a surgir um Movimento Jovem que se propõe dinamizar a sociedade civil para os benefícios do Turismo Ambiental com a possível colaboração da autarquia. A semente está lançada, vamos ver o que vai dar, e se sabemos aproveitar o que temos.
Basta visitar a "Pia de Urso" para vermos um bom exemplo !!

3 comentários:

Anónimo disse...

Abriram o posto de turismo, mas foi porque os mindricos se mexeram, porque o turismo de Alcanena só tem olhos para os olhos d'água (e pouco).

Rosa dos Ventos disse...

Na Pia d´Urso houve dinheiro do programa Agris.
Talvez se consiga encontrar algo do género para Minde.
E se começássemos todos por darmos um "jeito" às casas que herdámos e se encontram ao abandono.
Eu e a minha irmã já estamos a tratar do assunto!

pm disse...

É assim mesmo !!!