08 setembro 2006

Não havia outro local ?


Não sei se a situação é provisória ou definitiva, mas mesmo em frente da entrada da Junta de Freguesia, entre este edíficio e a fonte luminosa da Praça 14 de Agosto, foram colocados 4 contentores e uma casinha de madeira. É o ECOponto.
Primeiro pensei que seria da minha vista, mas depois de ver o material todo alinhadinho, concluí que a situação seria provavelmente definitiva.
Será que não havia outro local mais apropriado para este equipamento do que quase no meio da nossa praça mais bonita ?
Santo Deus, que falta de gosto.
Ou será para esconder o habitual mau aspecto que a entrada da nossa sede da Junta de Freguesia costuma ter com as portas e vidros cheios de editais caducados e papelada colocada desordenadamente ?
Francamente... isto só na minha terra !
- Um pouco mais de "esmero"... please !

11 comentários:

Anónimo disse...

Faz parte da recuperação urbana de Minde. Tudo á balda.

gAz disse...

São coisas ecologistas, não deve ser para ficar muito tempo.
Felizmente as pessoas participam, e então ao fim de dois ou três dias já o ecoponto está cheio e volta tudo para Alcanena.

Anónimo disse...

Outro local? Talvez dentro dos belos jardins da casa açores. Pelo menos aí ficavam escondidos.

Anónimo disse...

Parece que esta casinha 'ECOTROCA' faz parte de um roteiro pelo concelho . Sou de uma freguesia vizinha e há 3 dias que a minha filha quer fazer a tal troca e ninguém está na tal 'casinha' para receber o material para reciclar. A idéia até é boa, só que depois na prática não funciona, como tantas outras coisas organizadas pela Câmara, estou-me a lembrar da entrega dos prémios dos Jogos Florais que ainda não aconteceu este Ano! Enfim . . .

Anónimo disse...

Na casa Açores é melhor não.

Isso era o fim do mundo!! Dar alguma utilidade aquele espaço tão bem arranjado, tão aberto ao público e tão útil, ainda podia ferir alguma susceptibilidade mais sensível...

PM, o melhor é enviares um requerimento à junta a perguntar disto.

E, já agora, no mesmo requerimento pede informações acerca do projecto do largo das eiras. Eles são obrigados a dar-tas. Se não as derem, remeterem para outro órgão ou para acta de alguma reunião secreta ou já esquecida, aí podes fazer denúncia aos órgãos que tutelam a JFM e que têm competências de fiscalização...

João disse...

A casota já foi retirada logo pela manhã cedo.
Acagaçaram-se.
Viva a democracia icalhante. Viva a ditadura do capataz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ric disse...

De facto na Casa Açores não. Ia estragar as serenas tardes de convivio patrocinadas pelo pessoal da koltura em Minde.


Talvez no Curral da Pia. Com 8.000 metros quadrados de terreno, deve haver lá um cantinho para colocar os ecopontos todos do concelho.

Abreijos

Augusto disse...

Só uma ressalva.
A junta pode remeter os esclarecimentos e os pedidos e informação para outro órgão, designadamente a Câmara.

Tem é a obrigação de remeter oficiosamente os requerimentos que lhe forem dirigidos nesse sentido, o que estou certo, atenta a importância pública e tudo o que já foi dito, escrito, escondido, apagado e subvertido neste assunto, que a JFM fará.

Anónimo disse...

esse ecotrocas e como a cara dos menbro da junta andam semprt trocados

Anónimo disse...

No jardim da Casa Açores, não!
Aquilo é um must de jardim!
Não o estraguem

Anónimo disse...

Ja por varias vezes tentei ver esse Grande Jardim mas dou sempre com a porra da porta fechada.
O melhor e fecharem as portas da terra tambem e esquecerem tudo...