07 abril 2006

Agenda Culltural da C.M. Alcanena - 2006


Se lermos o discurso de tomada de posse do Sr. Presidente da Câmara de Alcanena no início do novo mandato, podemos concluir que a cultura e o turismo são duas das grandes apostas da Câmara Municipal para os próximos anos do mandato. Concordo e aplaudo, com a resalva de que a indústria deve manter a sua grande prioridade, visto que é o sustentáculo do concelho.
Todos nós sabemos que a Cultura é a grande riqueza de um povo, e a n/ legislação obriga a que determinada percentagem das receitas das autarquias seja investida na Cultura. (É de Lei).
Visitando a página da net da C. M. Alcanena em www.cm-alcanena.pt/agenda/index.asp , podemos observar que na agenda cultural da CMA para 2006 estão programados 24 eventos.
Destas duas dúzias de eventos (alguns, pouco ou nada têm a ver com a cultura), constatamos que 23 deles estão programados para Alcanena, e apenas 1 para Minde, que foi o caso do teatro para crianças Bão Preto, realizado no passado dia 26 de Fevereiro. Mesmo este evento, só se realizou em Minde porque as infindáveis obras do Cine-Teatro de Alcanena não estão concluídas, sendo que, inicialmente estava previsto para aquele local.
Podemos ainda constatar que 10 dos referidos eventos estão agendados para o Pavilhão Multiusos, porque existe a necessidade de justificar a sua injustificável construção. Mas enfim...
Neste contexto, será de admitir que se a Câmara Municipal investir algumas migalhas em eventos ou projectos culturais em Minde não nos está a fazer favor nenhum, mas sim a cumprir o seu dever.
Recordo que Minde é a 2ª maior terra do concelho e, em termos culturais podemos afirmar que orgulhosamente nos apresentamos na fila da frente. Para bom entendedor meia-palavra basta ...
Na teoria da relatividade, já o menino Carlinhos dizia : 2 e 2 são quatro se somados na vertical, mas se adicionados na horizontal o resultado é igual a 22.

1 comentário:

zeru disse...

Nem sei porque se surpreendem com esta situação uma vez que é recorrente.A justificação é simples: dado que culturalmente Alcanena, sede de Concelho, é um zero há a necessidade de promover aí as realizações ditas culturais. è que água mole em pedra dura tanto dá que até fura. Eles. coitados, têem que se promover culturalmente mas à martelada.