06 junho 2006

Festas e Procissões

Sem sombra de dúvida que as Festas do Divino Espírito Santo são as maiores festividades religiosas que se realizam em Minde.
Já lá vai o tempo do cheiro a rama de eucalipto e a frango assado na rua, que a construção do novo pavilhão Ana Sonsa aboliu. São os preços do modernismo, mas as condições são outras.
(Apesar de eu considerar que esta foi uma das obras mais mal planeadas em Minde, deixo essa análise para outras núpcias.)

A procissão é um dos pontos altos da Festa. Todo o desfile, colchas coloridas nas janelas, com a banda a tocar, é realmente algo que eu gosto de assistir. Ou gostava, porque o "encanto" solene do desfile está a perder-se.
Antes das famosas obras de recuperação urbana, a procissão era outra. Que graça tem ver a procissão passar na Rua Dr. Totta "entalada" entre montes de carros estacionados ? Quem consegue tirar uma foto onde não apareçam automóveis ? Só em Minde se vê isto. Se queremos valorizar e dignificar este lindo cortejo, acho que no futuro devem ser tomadas medidas para evitar os estacionamentos nas ruas onde passa a procissão.

Outro ponto negativo que observei este ano, foi a quantidade de lixo que existia nas ruas em redor do mercado, perto do local dos festejos. Será que já não existe serviços de limpeza em Minde ? Em dia de festa, esta imagem de desmazelo e desleixe não é das mais bonitas.

Positivo foi ver o Padre Albino, no último dia da festa, a ajudar os festeiros a arrumar mesas e cadeiras. Foi um gesto bonito e simpático. Há alguns anos atrás era impossível ver uma cenas destas. Temos um verdadeiro pároco da freguesia, que gosta de cuidar e ajudar o seu "rebanho".
Bem haja, Padre Albino.

4 comentários:

Anónimo disse...

Bom Dia,
Sobre a nota negativa do lixo espalhado á volta da praça, só para dizer que a funcionária da Junta que varria esse lixo todos os Sábados não lhe foi renovado o contracto, parece que a Junta não tem dinheiro!!! Ah Ah . . .

Carlos, o Chacal disse...

Nem uma palavra de apoio aos referendos?

Hummmmmmmmmmmmmmm

Carlos, O Chacal

Anónimo disse...

È de facto lamentavél a actuação da Junta num dia de Festa nem sequer mandar varrer o lixo que ficou à volta da Praça ! Que lindo bilhete postal, Sr. Presidente!!!

bob aleluia disse...

Já tinha reparado na procissão cheia de carros estacionados que até faz encolher o pálio.
Quanto ao lixo é uma vergonha. O presidente, que agora é funcionário que pegue na vassoura e limpe. Sucede a quem não sabe mandar. Veja-se a porcaria da rotunda que fizeram na avenida.